Webmail | Acessibilidade
Redes Sociais
Bolsistas apoiados pela Fapespa participam da 10ª Feira Estadual de CT&I (FECTI)

Bolsistas apoiados pela Fapespa participam da 10ª Feira Estadual de CT&I (FECTI)

Bolsistas de Mestrado e Doutorado que receberam apoio da Fundação por meio dos Editais 05 e 06 de 2016 expuseram suas considerações sobre o apoio e o desenvolvimento de suas pesquisas.

Data: 25/10/2019

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) participa da 10ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (FECTI), realizada pela Secretária de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (SECTET) e pelo Governo do Estado, que acontece durante os dias 23, 24 e 25 de outubro de 2019 no Complexo Turístico Estação das Docas. Bolsistas de Mestrado e Doutorado que receberam apoio da Fundação por meio dos Editais 05 e 06 de 2016 expuseram suas considerações sobre o apoio e o desenvolvimento de suas pesquisas.

Recepcionados pelo coordenador de bolsas da Fapespa, Alexandre Diniz e pela equipe técnica Cobol, Cilumar Pantoja e Michael Alves, os pesquisadores beneficiados conversaram com o público e fizeram uma análise de bolsas concedidas pela Fapespa, contribuindo assim para que novos programas de concessão de bolsas possam melhor adequá-las a realidade da comunidade em geral. Eles também falaram de seus trabalhos e demonstraram a importância do que estudaram para sociedade, no intuito de inspirar novos alunos a seguirem o mesmo caminho.

“A primeira vez que participo da Feira de Ciência, tecnologia e inovação. O evento me surpreendeu em estrutura e público, no quesito organização e participação das pessoas. Foi muito interessante e desafiador estar como expositora no evento que integra diferente públicos em termos de área e escolaridade. O meu tema exposto na feira é referente ao projeto de dissertação desenvolvido no Programa de Ciências Ambientais, (PPGCA), da UFPA, na qual tive apoio da FAPESPA. O estudo fala sobre uma linha de pesquisa muito debatida e de enorme importância para o estado e a região Amazônica. Trazer essa problemática ao enfoque da feira me mostrou o quanto ainda precisamos de ações para socializar a pesquisa a nossa realidade", comentou Sabrina Benmuyal, que apresentou seu trabalho sobre Sustentabilidade da produção madeireira de Goupia Glabra (cupiúva) na Amazônia brasileira.

“Ter participado da 10ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação foi extremamente gratificante para mim, pois pude divulgar para a sociedade acadêmica e não acadêmica o meu trabalho como pesquisadora e cientista. Acho a realização da feira de suma importância para a divulgação e popularização da ciência, realização de debates científicos e engajamento da sociedade sobre as pesquisas que realizamos cotidianamente no estado do Pará. Além disso, para o público alvo do evento (estudantes de ensino fundamental e médio) a feira serve como uma exposição do que pode ser realizado dentro das agências e instituições de pesquisa, bem como um meio para instigar a curiosidade e interesse dos jovens pelas diversas áreas de conhecimento da ciência. A importância da Fapespa na minha vida acadêmica foi imprescindível. Desde a minha graduação em biomedicina, realizada entre 2011-2016 na Universidade Federal do Pará, recebi auxílio da instituição por meio de bolsas de iniciação científica, as quais despertaram o meu interesse e amor pela genética. Hoje, sou estudante de doutorado no programa de pós-graduação em Oncologia e Ciências Médicas da UFPA, onde realizo meu projeto de pesquisa intitulado “Farmacogenômica em populações Ameríndias Amazônicas”. O projeto é financiado pela Fapespa por meio de auxílio de bancada e bolsa de pós-graduação. Espero que outros estudantes, assim como eu, também possam contar com o auxílio de instituições de amparo de pesquisa para seguir com a construção de suas carreiras científicas”, ressalta Juliana Rodrigues, que apresentou seu trabalho sobre Farmacogenômica em populações Ameríndias.

 

A FECTI

A Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação chega à sua 10ª edição em 2019, tornando-se importante ação de popularização e difusão da Ciência e Tecnologia do Pará, tendo por objetivo promover ações educativas, científicas e culturais que despertem a curiosidade científica e contribuam para a formação educacional de crianças e jovens estudantes do Pará.

O evento acontece durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, instituída em 2004 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, e acompanhará a temática nacional “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”, tema que se adere aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

 

PÚBLICO

A programação da 10ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação é gratuita e aberta ao público em geral, buscando dessa forma, e por meio de ações diferenciadas, alcançar a maior diversidade possível de pessoas.

Assim sendo, destina-se a crianças e adolescentes matriculados nos ensinos fundamental, médio e profissionalizante; pais e professores do ensino básico e fundamental; estudantes de graduação e pós-graduação; pesquisadores; técnicos de governo e outras entidades públicas e privadas; assim como de tomadores de decisão (representantes de governos, empresários e líderes de organizações não-governamentais) e a comunidade em geral.

As exposições interativas da 10ª Fecti podem ser visitadas durante os 03 (três) dias do evento, porém é importante informar que o acesso às palestras no Teatro Maria Sylvia Nunes e Sala Multiuso Estação Business será por meio de inscrições presenciais realizadas no dia do evento.

 

 

 

 

ASCOM - FAPESPA

Enviar por email

Deixe seu Comentario

Veja também

SIG AMAZÔNIA

Links úteis +

Editais, Ferramentas e Avisos +